Programa do CIC facilita a imigração de profissionais técnicos

Em 2 de janeiro de 2013, o Citizenship and Immigration Canada (CIC) iniciou o programa de imigração para profissionais técnicos especializados (FSTP- Federal Skilled Trades Program), mais voltado para o profissional que coloca, digamos, a “mão na massa”. Veja os requisitos para a aplicação e saiba a quem realmente se destina o programa.
O CIC pretende processar até 3.000 requisições através do FSTP em 2013, e o novo programa parece ser uma boa alternativa para aqueles que não conseguiram qualificação nos programas de imigração Canadian Experience Class (CEC) e Federal Skilled Worker.


5 Requerimentos

Para se qualificar para o FSTP, o candidato deve satisfazer os 5 requisitos abaixo:
  • Ter experiência mínima de 2 anos na profissão especializada durante os últimos 5 anos que precederam a aplicação. O CIC especificou 43 profissões como elegíveis para o programa, sendo que para 17 dessas ocupações, um máximo de 100 aplicações serão aceitas por ocupação. Antes de aplicar, o candidato deve verificar no website do CIC se a cota máxima da sua ocupação ainda não foi atingida.
  • O candidato precisa ter uma oferta de emprego no Canadá para período integral de no mínimo 1 ano na profissão especializada, oferecida por até 2 empregadores. Período integral significa pelo menos 30 horas de trabalho por semana. Desta forma, o candidato também pode ser elegível se tiver ofertas de dois empregadores com 15 horas de trabalho por semana cada. Mas na prática esse requisito não é tão simples. O candidato para FTSP terá que conseguir ofertas de empregadores que tiveram uma avaliação positiva do Labour Market Opinions (Human Resources and Skills Development Canada- Service Canada), pois somente esses empregadores podem contratar trabalhadores estrangeiros. Uma outra opção, na ausência da oferta de emprego, é a apresentação de um certificado de qualificação emitido por uma autoridade de aprendizado provincial ou territorial.
  • O candidato terá que satisfazer os requisitos para trabalhar na sua área de especialização no Canadá, descritos no National Occupational Classification (NOC) do Service Canada.
  • O candidato deverá satisfazer ou exceder as exigências mínimas de conhecimento da língua. Entretanto, os requerimentos para FSTP são bem inferiores aos do programa para profissionais qualificados, o Skilled Worker, e também ligeiramente mais baixos do que os do Canadian Experience Class. No momento, candidatos para FSTP devem atingir nível 4 em Canadian Language Benchmark (CLB) paraSpeakingandListening e nível 5 para Reading and Writing. Para os que fizerem IELTS, a correspondência é 5,0 para Listening, 5,0 para Speaking, 3,5 para Reading e 4,0 para Writing. Mais informações podem ser adquiridas no site do CIC- Language testing – Skilled trades.
  • E, por último, os candidatos podem se estabelecer em qualquer província do Canadá, exceto Quebec.
     Quem Pode Usar o Programa?
À primeira vista, podemos não perceber a quem o FSTP beneficia, pois toda ocupação elegível para FSTP também é elegível para CEC.
Com a redução dos anos de experiência de trabalho requeridos de 2 para 1 feita pelo CIC no programa CEC, não serão as pessoas elegíveis para FSTP também elegíveis para CEC sem terem que se preocupar com cotas por tipo de emprego?
Além disso, se um candidato tem uma oferta de emprego feita por um empregador canadense que o qualifique para FSTP, essa mesma pessoa, por ter o emprego assegurado, qualifica-se também para o programa de Skilled Worker.
Além do fato de que o CIC parece querer encerrar as requisições para Skilled Worker, existiria alguma outra razão pela qual alguém, com uma oferta de emprego, aplicaria para FSTP e não para o programa de Skilled Worker?
Sim.
A primeira categoria de pessoas que se beneficiaria com o FSTP seria a dos que possuem resultados IELTS que não são suficientes para o CEC ou para o programa deSkilled Worker. Os requerimentos referentes à língua do programa de Skilled Worker vão ser aumentados para CLB 7 em todas as habilidades. Muitas pessoas com um bom inglês não serão capazes de conseguir esses resultados nos testes. Além disso, para o profissional técnico que vai aplicar para ocupações de NOC 0 ou A, as diferenças no requerimento de nível de idioma entre FSTP e CEC são significativas.
O segundo grupo que se beneficiará com o FSTP são pessoas que não têm oferta de emprego mas possuem certificados de qualificação. O FSTP também beneficiará os que querem ou precisam trabalhar para mais de um empregador.
Finalmente, a terceira categoria que se beneficiará com o FSTP são os que ganharam experiência através de negócios próprios. Muitas pessoas da área técnica no Canadá obtiveram experiência trabalhando como autônomos, ou seja, prestadores de serviço independentes. Esse tipo de experiência não é considerada para o CEC mas pode ser utilizada com o FSTP.
O CIC está promovendo o FSTP como um modo de facilitar a entrada permanente no Canadá de pessoas com qualificações técnicas que possuem demanda no país. Muitas dessas pessoas certamente já conseguiram a residência permanente através do CEC ou pelo e programa de Skilled Worker. No entanto, o FSTP vem selar os vãos desses dois outros programas, pelos quais muitos profissionais técnicos qualificados deixaram de ser aprovados.
Para aplicar para imigração pelo programa de profissionais técnicos, visite o site do CIC- Applying as a Skilled Tradesperson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário